168666-10252456-e1624643514782
25 • 06 • 2021 | POR: agencia

O novo Plano Safra para a temporada de 2021/2022

O Plano Safra para 2021/2022 foi apresentado essa semana pelo Governo Federal. Desde de 2003, quando foi criado, ele corresponde ao planejamento da destinação de recursos para o setor agropecuário brasileiro. Nesta edição foram apresentadas algumas novidades como apoio ao financiamento de aquisição de cotas de reserva ambiental, recursos para a aquisição de equipamentos de monitoramento para a irrigação e também o maior apoio às inovações tecnológicas.

Nesta temporada, o plano contará ao todo com R$ 251,22 bilhões para o apoio à produção agropecuária nacional. Em comparação com o do ano anterior, houve um aumento de 6,3% ou melhor dizendo, de R$ 14,9 bilhões. Para o produtor que pretende aproveitar esse apoio, é importante ficar atento às datas que os financiamentos poderão ser contratados, a partir do dia 1º de julho de 2021 a 30 de junho de 2022.

E por falar nos financiamentos, o Ministério da Agricultura prevê um aporte do Tesouro Nacional para a equalização dos juros de R$ 13 bilhões. Isso significa que o governo cobre a diferença dos juros cobrados pelo mercado em relação ao que o produtor já paga. Em números, isso pode representar cerca de um total de R$ 165,2 bilhões (7% a mais que no ciclo passado) a juros controlados e R$ 86 bilhões a juros livres (5% a mais que no plano anterior).

Além disso, R$ 177,78 bilhões serão destinados ao custeio e comercialização (na safra passada foram R$ 179,38 bilhões) e R$ 73,45 bilhões serão para os investimentos (eram R$ 56,92 bilhões na safra passada). Todos esses recursos  também vão auxiliar na garantia da continuidade da produção no campo e o abastecimento dos alimentos no país durante e após a pandemia do novo coronavírus.

O plano Safra inclusive traz garantias para os agricultores que se enquadram no Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), no qual as taxas de juros vão variar entre 3% e 4,5% ao ano. Para esse grupo foram destinados R$ 39,34 bilhões para financiamento, deste total, R$ 21,74 bilhões são para custeio e comercialização e R$ R$ 17,6 bilhões para investimentos.

Já para os agricultores que entram no Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp), o valor disponibilizado será de R$ 34 bilhões para os financiamentos, sendo R$ 29,18 bilhões para custeio e comercialização e R$ 4,88 bilhões para investimento. E a taxa de juros será de 6,5%. Além disso, para os demais produtores rurais os juros ficaram em 7,5%.

Práticas Sustentáveis

O Plano Safra 2021/2022 veio com a intenção de incentivar a sustentabilidade, com isso fortaleceu o Programa ABC, o Inovagro e o Proirriga. Todas essas iniciativas  abrangem o financiamento à produção de bioinsumos, a implementação da energia elétrica de fontes renováveis, à agricultura irrigada e também à adoção de práticas de conservação do uso, manejo e proteção dos recursos naturais.

O Programa para a Redução de Emissão de Gases de Efeito Estufa na Agricultura (Programa ABC) é o principal instrumento que busca proporcionar o financiamento de técnicas sustentáveis para o meio rural. Neste ciclo do Plano Safra foram destinados R$ 5,05 bilhões em recursos com taxa de juros variando de 5,5% a 7% ao ano. Além disso, conta com carência de até oito anos e prazo máximo de pagamento de até 12 anos.

Dentro do programa ABC há as possibilidades de usar os recursos para a ampliação das práticas de conservação dos recursos naturais. Para o financiamento de aquisição ou construção de instalações para de unidades de produção de bioinsumos e biofertilizantes na propriedade rural, podendo ser destinados para uso próprio. Também podem ser financiados projetos de implantação, melhoramento e manutenção de sistemas para a geração de energia elétrica renovável.

O Proirriga, programa destinado ao financiamento da agricultura irrigada, terá R$ 1,35 bilhão, com juros de 7,5% ao ano. Já o Inovagro, voltado para o financiamento de inovações tecnológicas nas propriedades rurais, ficou com R$ 2,6 bilhões, e taxas de juros de 7% ao ano.

Para você, produtor rural que ficou interessado em aproveitar os benefícios do Plano Safra 2021/2022 conheça mais aqui e consulte o seu banco, para que possa ser realizada as melhores formas para o financiamento. E não custa nada lembrar, para essa temporada as datas para realização dos contratos são de 01 de julho de 2021 a 30 de junho de 2022.

COMPARTILHE

Artigos Relacionados

IMG_7911-1536x1024

Dia Nacional da Agricultura Irrigada

No Brasil, o dia 15 de junho é celebrado como o dia da agricultura irrigada. Apesar de um potencial imenso para a irrigação, o país aplica esta tecnologia em menos de 10% da área agrícola, equivalente a cerca de 7 milhões de hectares.

VER MAIS
reflorestamento

Dia Mundial do Meio Ambiente

No dia 05 de junho é comemorado o Dia Mundial do Meio Ambiente. A data foi criada em 1972, na Assembleia Geral das Nações Unidas, a ONU. O evento marcou a abertura da Conferência das Nações Unidas sobre o Ambiente Humano, ficando conhecida como Conferência de Estocolmo.

VER MAIS