fbpx

Dia Internacional do Café

Em 14 de abril é comemorado o Dia Internacional do Café, a data comemora a diversidade, a qualidade e a paixão que existem pelo produto cafeeiro. O Brasil é considerado, há mais de 100 anos, o maior exportador e produtor no mundo, chegando a representar um terço da produção mundial. Segundo o Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (CECAFÉ), até agosto de 2020 o país exportou mais de 26 milhões de sacas, totalizando uma receita de cerca de três bilhões de dólares. 

Esses valores chamam atenção para o peso internacional do produto e para a capacidade produtiva do agronegócio café. Para se ter uma ideia, o cultivo do grão é considerado uma cultura perene e pode ser explorada no mesmo local por muitos anos. Além disso, o grão tem dois tipos em solo brasileiro, o arábica e o conilon. As duas espécies têm aroma e sabor bastante diferentes. Enquanto o arábica é mais aromático, suave e ácido (seco), o conilon é amargo e mais marcante.

Assim, em termos econômicos, o café possui um papel bastante expressivo. O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) projetou a safra de café do Brasil em 2021 em 47,3 milhões de sacas de 60 kg. Em comparação com a previsão do mês anterior, houve um aumento de cerca de 5%, e com ajustes positivos nas colheitas de arábica e conilon. 

Atualmente Minas Gerais concentra a maior produção de café do Brasil. Todo o estado corresponde a 50% da produção do café arábica e conta ainda com pólos importantes de produção de cafés especiais. No total, Minas Gerais tem uma área cultivada de 1,2 milhão de hectares. São 649,9 mil hectares plantados em 154 municípios.

A origem do grão é narrada a partir de uma lenda da Etiópia, no qual um pastor denominado Kaldi percebeu que havia algo diferente nas plantas da sua região. As cabras que ele criava comeram um fruto amarelo-avermelhado e notou se que ficaram mais agitadas e com muita energia, levando o pastor a achar que era o fruto do diabo. 

Posteriormente, o café foi associado a música e encontros sociais, sendo chamado de a nova droga do oriente, tornando-se novamente um desagrado aos religiosos. Com isso, a bebida foi considerada herege e o Papa Clemente VIII (1536-1605) até propôs que a bebida fosse batizada com o intuito de a tornar cristã.

A data de hoje para os que amam o café é uma oportunidade de compartilhar seu amor pela bebida. Além de poder  apoiar os milhões de cafeicultores que dependem desse produto aromático. E então já tomou um cafezinho hoje ?!

Ver todas as publicações